Contador de Visitas do Galos de Combate

DVD CRIAÇÃO E MANEJO DO GALO COMBATENTE: Contato nelson.dmaio@gmail.com

DVD CRIAÇÃO E MANEJO DO GALO COMBATENTE: Contato nelson.dmaio@gmail.com
UMA VERDADEIRA AULA DE GALISMO. E-MAIL PARA CONTATO É: nelson.dmaio@gmail.com, CLIQUE NA IMAGEM PARA VER COMO COMPRAR E VER CONDIÇÕES DE PAGAMENTO E ENVIO. DESTE EXCELENTE DVD. AO REALIZAR SUA COMPRA VERIFIQUE SEU E-MAIL, E ESPECIFIQUE QUAL O DVD QUE QUER COMPRAR, POIS O LINK É O MESMO DO TORNEIO

Buchas, Biqueiras e CGP

Buchas, Biqueiras e CGP
Mercado Livre

Raça de Galo - Galo Body Inglês


Body Inglês uma ave Combatente, Muito Pouco Difundida aqui no Brasil que gera muitas duvidas, sobre a Raça... Alias somente na Ásia e que o Body Inglês e Tratado como uma Raça Pura e Principalmente na Tailândia e Indonésia existem Grandes selecionadores Puristas que tem feito um Trabalho de melhoramento Genético em algumas Linhagens a Muitos anos .... Na Tailândia as Rinhas de Briga de galo e um Esporte Tradicional e Legal e nestas Rinhas atualmente mais de 30% são Body ou de linhagem Genética oriundas deles.... Que são aves de muita Fibra, Forca, Agilidade e uso das armas com precisão!


O Nome Body Inglês surgiu de maneira espontânea , Quando surgiram as primeiras aves alguns criadores diziam que a ave tinha a Crista e a agilidade dos Old English Game e o Corpo do Asiles Forte e Compacto , daí o Nome CORPO em Inglês (BODY) e o Inglês veio da Comparação com Old English Game, assim esta Ave foi Batizada de BODY INGLES e ai se iniciou a seleção genética em Busca de um Padrão!

Sabemos que o Body e uma Junção de varias raças, mas Fica muito claro o Sangue Shamo e de asiles uma característica do Body inglês e a terceira asa que e proveniente de aves Shamo o Corpo compacto e musculoso dos asiles , outra característica do Body e a quantidade de Penas da Cauda que e inferior a quase todas as outras raças de combatentes ... A Coloração Esverdeada dos ovos e muito comum nos Body herança dos asiles!

Raça de Galo - Galo Ko-Shamo



Ko-Shamo é uma raça de galo do Japão que se originou na Tailândia. Existem tipos pernaltas, de pescoço comprido e crista grande e carnuda, como também há espécies com pernas mais curtas, crista pequena e asas banquivóides, contudo a posição do corpo ereta e as asas junto aos ombros, salientes, são suas características comuns; são muito musculosos com plumagem pegajosa e curta, e olhar agressivo e cruel. Esta raça é muito usada em rinha de galo pelos japoneses, onde tal prática é legal.

O Ko-Shamo e uma Linhagem Japonesa e uma Raça Definida e não uma Miniatura Produzida através de Hibridismo! E Uma Ave Extremamente forte , com características de Combate com Qualidade e muita eficiência no uso das Armas!
Ko Shamo é a mais popular das raças pequenas Shamo - nenhum dos quais têm grandes homólogos aves, e nenhuma delas deve ser referido como "Shamo anãs '. Eles são pássaros pequenos fortes, musculosos com plumagem muito escassa. Ligeiramente tipos diferentes são consideradas corretas no Japão, seu país de origem, e provavelmente haverá sempre alguma variação aqui também. Os atributos mais importantes devem ser de caráter e atitude, cabeça forte e bico, ombros proeminentes, muito curto pena, duro e pequena cauda "camarão".
Peso Ideal: Galo: 800 Gramas a 1 Kg - Galinha: 600 a 800 Gramas






O melhor galo do Brasil da atualidade

Melhor Galo do Brasil de todos os tempos


O MELHOR GALO DO BRASIL COMPLETOU A DĖCIMA VITÓRIA.


O pintado de Recife foi novamente chamado para guerra 18/12/2015, e mais uma vez  demonstrou porque é o melhor galo do Brasil  da atualidade, uma enorme quantidade de apaixonados vieram de longe para assistir mais um espetáculo tirar foto com o craque e fazer os fãs desse esporte Milenar aplaudir de pé os dois bravos guerreiros, somando a décima vitória só em torneios nacionais, para os críticos que sempre acham defeito, ele provou mais uma vez que além de ser o melhor é um galo de muita fibra e que nasceu pra ser vencedor, contra um excelente oponente do
Rio de Janeiro que demonstrou ser um galo de muita defesa, fibra e espora, dificultou a vitória do pintado levando para a terceira água e tirando uma cara do pintado porem o galo do Rio na terceira água não aguentou as lesões que o pintado fez em seu pescoço entrando para o regulamento porem o pintado finalizou nocauteando o adversário  deixando a plateia em êxtase e aplaudindo do pé esse fenômeno da natureza fechando com chave de ouro a temporada, com certeza fez o seu nome e será lembrado por várias gerações, mais uma vez parabéns ao seu Ivo e Erivaldo que são os donos desse ícone nacional e ao Marquinhos (tratador), não só o pintado mais os outros que se apresentaram deram Show e também trouxeram m muitas alegrias a sua cocheira os galistas do Brasil agradecem e principalmente os de Recife que estão honrados por ter o melhor do Brasil em sua terra.#pintado

Batista Jr.







Comedouro Caseiro para frangos e galinhas

Bom dia Galista de todo o Brasil, tive fora de sintonia com o nosso site e quero a partir de agora está sempre trazendo novidades para a nossa comunidade dos Galos Combatentes, pra começar estou postando o video de como fazer um comedouro econômico e que não desperdiça alimentos.


HORA DA MUDA E RENOVAÇÃO DE PLUMAGEM

Ao chegar em dezembro e, com ela, a deterioração das penas dos galos, que o produto de um processo biológico tem de introduzir a muda para fazer uma nova plumagem que permite o galo adaptar a mudanças que estão sujeitas por natureza, de muda é o processo de substituição total ou parcial das penas, a fim de manter uma boa plumagem e em boas condições.

As alterações bioquímicas e fisiológicas no corpo dos galos exigem uma tomada de consciência pelo criador para ajudar neste momento difícil que está alterando o sistema natural de muda.
A caneta é uma estrutura da epiderme, o que significa que deriva da pele, de modo que, durante este processo, as aves passam um monte de energia, de modo geral, habituados a colocar os nossos galos o descanso durante este processo. Depois de um período de tempo, o desgaste de golpes durante o combate, o contato constante com a água, o sol, e a entrada e saída para o frio, causando situações inesperadas que determinam as penas lentamente perdendo seu esboço, cor e função, portanto, é diminuída, o que determina a sua substituição.

.Geralmente, mudando (muda) ocorre em momentos definidos durante o ano, no nosso caso a muda ocorre entre os meses de dezembro ao final de maio, mas isso depende de vários fatores, como clima, recursos ambientais temperatura ambiente, umidade e alimentação, entre outros. A substituição de penas ocorre naturalmente sem que isso seja um fardo extrema sobre a ave, para este fazer com que as penas não são todas as mudanças ao mesmo tempo deixando o pássaro nu, mas fazê-lo em um tempo relativamente curto.

A substituição é gradual, constante, mudança nas mesmas penas de ambos os lados, quando as asas e a cauda, por exemplo, é a primeira parte que os galos começam a mudar, de acordo com um princípio biológico quando um galo está se movendo, pena antigo produto da pressão as penas estão crescendo abaixo deles cair.
No caso de pintos a muda temporada passa despercebido porque as galinhas estão mudando a pena na medida que crescem sem demos nós contas, durantes a mudança desenvolvimento pena galinhas em menor três vezes, mas o mais notório é o que dá a plumagem definitiva. Dando proteção contra frio e calor intenso.
A ausência de uma boa alimentação, nesta fase, definitivamente, uma boa dieta, nada melhor e mais gratificante do que ver nossos galos e galinhas, com uma pena brilhante, forte e bonita.

Quando seus galos começam a muda é importante que as aves estejam bem internametes e externamente (Vermifugados e sadios e com ambientes limpos), a fim de absorver todos os nutrientes de sua dieta e, assim, ter uma melhor absorvência nas penas, por isso, é aconselhável começar a muda sem nenhum tipo de parasita. As infestações por piolhos nesta época são frequentes, portanto é sempre bom abrir o olho neste período (o top-line resolve este problema facilmente, sendo incorporado a ração);

Em particular nos deu um bom resultado, um alimento com 60% de milho quebrado, 10% de sementes com proteína (Farelos de Soja, Ervilha, Gergelim, girassol), 20% de sementes vitaminadas (aveia, arroz com casca, sorgo, amendoim, linhaça, farelo de trigo) somando-se a dieta ovos cozidos e coco ralado regularmente e um suplemento de vitamina solúvel em água (Vitagold).

Uma dica é acrescentar a batata-doce na alimentação dos galos, ela ajuda bastante na consistência e beleza das novas penas (não toque nas aves que estão mudando, nesta fase os novos cartuchos das penas se quebra muito facilmente, atrasando a muda que no normal dura de três a quatro meses);
O conforto de nossas aves é importante, por isso eles devem ter um posto de coçar com terra livre de pedras ou objetos que possam prejudicá-los, lembre-se que as novas penas temos nossas aves muito sensíveis, tanto a choques e manuseio excessivo, imaginem somos nós e nós estamos mudando de pele.
As penas da muda pode atrair algumas de nossas aves e começar a bicar uns aos outros, por isso é melhor tê-los em um grande espaço ou mantê-los individualmente para melhor empenamento, nesta fase é melhor ter cada animal em um lugar individual sem sol sombrio.


   Estas são todas as considerações para tentar ajudar os nossos galos e galinhas, nesta fase, lembre-se que a saúde de nossas aves é refletida em sua plumagem, cor e atitude. Lembre-se é o renascimento da Ave como uma fênix, não maltrate o seu animal, pois eles agora precisam de cuidados, boa alimentação e água limpa e de qualidade.

Terminologia oi Gíria Galista

  • Batida - luta de treinamento, em que se aprecia a capacidade de cada ave.
  • Batoque - a espora do galo, quando ainda não desenvolvida - designa também um aparelho que se usa para proteger os galos durante as lutas.
  • Botada - cotejamento que os animais fazem, como que se estudando, na rinha.
  • Galista - termo que designa o criador e preparador de galos de briga; também define a pessoa que, durante as rinhas, fica a guiar um dos animais.
  • Mutuca - termo pejorativo que designa os galos ordinários, usados nas rinhas.
  • Mutuqueiro - define os neófitos em rinhas.
  • Papilheiro - define o galo que ataca sobretudo na papilha (a pele vermelha, pendente da parte de baixo da cabeça da ave, do queixo, do bico de baixo) do adversário.
  • Pua - Termo usado em parte do sul do Brasil, para definir a espora artificial, que é colocada nas patas dos galos para igualar os dois combatentes, para que nenhum deles tenha vantagem sobre o outro, assim ambos terão os mesmo direitos na luta.
  • Tucado - Termo usado quando um galo fica nocauteado.
  • bode- termo usado para galo ruim.
  • palhaço - termo usado para galos que servem para treinar os outros.
  • botoqueira- buchas que vão na espora dos galos nos treinos.

Powered by Blogger